“Por que amo Romances de Época”, Por Aurilene Vieira

Olá amigos e amigas amantes de Romances de época. Hoje temos mais uma convidada de honra aqui no blog da Convenção. Minha amiga de longa data e também apaixonada por romances de época, Leninha. Ela prontamente aceitou o nosso convite e nos agracia hoje com suas palavras! Vamos conhecer um pouco mais sobre a Leninha e a sua paixão por romances de época?

Olá, para quem não me conhece eu sou a Leninha, do blog Sempre Romântica (http://www.sempreromantica.com.br), um espaço que nasceu da minha necessidade de compartilhar aventuras e experiências com minhas leituras. Estou aqui, hoje, para falar um pouco sobre minha relação de amor com os Romances de Época, e agradecer a Elimar pelo convite. Valeu Diva!

Desde a infância eu tinha fascínio pelas letras. Antes mesmo de começar a ler já me encantava com os livros nas bancas de jornal. Gosto de ler de tudo, mas minha primeira experiência foi com romances de banca, os ditos “Romances água com açúcar”. Sempre me considerei uma leitora de bom gosto, lia romances, dramas, quase tudo que me aparecia pela frente, mas sempre livros com casais apaixonados, intrigas intermináveis e, claro, finais felizes. Todas as vezes que eu me aventurava em um novo livro, um universo de imagens, cores, perfumes e sons se abriam para mim, era como descobrir um lugar seguro para viver.

Um dia, vi um livro na mão de uma colega de trabalho, que não conhecia. Logo eu, uma devoradora de romances me deparei com aquilo, o livro se chamava Flor do Pântano, de Patricia Potter. Tudo, naquele livro, me atraia: a moça bonita na capa, os detalhes da época, a sinopse, o titulo do livro escrito em relevo e até o cheiro. Não deu outra, peguei o livro emprestado e, desde então, nunca mais parei de ler o gênero. Foi como se novas portas se abrissem e me permiti descobrir um novo lugar, ainda melhor do que o anterior, e dele eu nunca mais saí.

Nunca me considerei uma viciada em romances (vicio para mim é algo ruim), me considero uma apaixonada por boa leitura, uma pessoa que abre mão de certas coisas da atualidade para ler. No universo dos romances de época a pessoa se perde em aventuras, se apaixona por personagens e se torna fã de autoras que antes nem sabia que existiam.
Qual não foi minha surpresa ao me deparar com autoras maravilhosas que escreviam séries, livros interligados por famílias, fatos históricos e diversos outros temas? Isso me abriu um leque de opções tão grande, que nunca mais me senti sozinha. Sempre aparecia um personagem que eu já havia visto em outro livro, e uma história puxava a outra e mais outra, difícil se sentir só assim.

Foi então que descobri Deborah Simmons, Margareth Moore, Ruth Langan, Jo Beverly, Hannah Howell, Terri Brisbin, Claire Delacroix, Janet Dailey, Penny Jordan, Diana Palmer, Cary Cameron, Susan Spencer Paul, entre tantas outras.

Se abria para mim um mundo de histórias inesquecíveis, famílias maravilhosas, mocinhos e vilões inesquecíveis, e tanto romance que dava crise de diabetes todo mês (risos).

Depois da minha febre pelos Clássicos Históricos de banca tive a sorte de ver algumas editoras apostando no gênero Romances de Época. Foi quando a Editora Arqueiro nos trouxe a princípio Julia Quinn, Lisa Kleypas e Madeline Hunter. Depois delas já temos diversas outras autoras publicadas pela Arqueiro, e muitas outras editoras apostando também nos nossos queridinhos de época. Acredito que a novidade já passou, o que restou foi uma legião de fãs que não sabe mais viver sem essas histórias.

E para quem achava que a coisa ia ficar apenas nos autores estrangeiros, quebrou a cara, a aposta mais nova e que desponta por aí são as autoras nacionais escrevendo Romances de Época, e são tantas, cada uma com um talento de deixar qualquer um de queixo caído. Exemplo disso são as autoras: Lucy Vargas, Roxane Norris, Marina Carvalho, Babi A. Sette, Louise Bennett, Bia Carvalho entre outras. Sucesso para vocês meninas, talento vocês têm de sobra.

E, para quem já lia o gênero desde muitos anos atrás, foi mais do que ganhar um presente. Saber que os Romances de Época estão aí, para quem quiser ler, é muito gratificante, e da mesma maneira que era difícil para a gente conseguir encontrá-los nas livrarias e sebos, é fácil hoje em dia para os novos leitores. Que sorte a deles, e claro, a nossa.

Desejo vida longa às autoras que nos brindam com suas histórias inesquecíveis; vida longa para as editoras que apostam no gênero; vida longa para os leitores que compram e fazem com que a editoras publiquem mais; vida longa para a gente, e muitos livros para encantar nossos dias!

Quero agradecer novamente o convite e dizer para todos os fãs do gênero: Nos vemos na Convenção de Romances de Época,  em dezembro,  no Rio de janeiro. Até lá!

1 Comment

Prata da Casa: Marina Carvalho

Boa noite amantes de Romances de Época! Como estamos nesse dia incrível? Hoje com mais um post em homenagem as escritoras e escritores que se dedicam a escrever os nossos amados romances de época. A autora homenageada do mês de fevereiro tem apenas um romance de época publicado, mas já sabemos que vem outro por aí bem em breve. Estamos falando de Marina Carvalho.

Eu tive o prazer de conhecer o trabalho de Marina Carvalho graças aos seus romances contemporâneos e tenho que dizer que foi uma grata surpresa. Com uma escrita fluida e cheia de encanto, os romances de Marina têm o poder de nos levar para o lugar que seus personagens estão, nos pretendo em uma teia de romantismo tão intensa que quase acreditamos que estamos lá, vivenciando aquele romance. Quando ela anunciou que estava escrevendo um romance de época / histórico, eu já imaginava que ela não nos decepcionaria. E eu estava certa

Escrever um romance de época / histórico tendo como pano de fundo o período colonial brasileiro demandou uma pesquisa extremamente detalhista, mas somente isso não seria suficiente para nos encantar, É aí que entra todo o brilhantismo e elegância de Marina Carvalho. Posso somente imaginar o quanto foi trabalhoso escrever um romance em um período tão dificil e conturbado quanto esse de nossa história, mas ter o tempo certo para descrever tudo ao redor, sem perder a sua marca registrada, que é examente a sutileza e a delicadeza na escrita.

Arte de Patrícia Rodrigues, do blog Guardiã da meia-noite

A primeira Convenção de Romances de época do Brasil contou com a sua participação, e Marina Carvalho teve a chance de encantar mais leitoras! Nós ficamos imensamente alegres com a sua presença, e esperamos poder ajudar na divulgação de seu próximo romance de época. A própria Marina já divulgou em suas redes sociais que o seu segundo trabalho nesse gênero já está finalizado.

Se vocês ainda não tiveram a oportunidade ler “O Amor nos tempos do Ouro”, não perca tempo: compre logo o seu e venha até aqui contar o para nós o que acharam!

Saraiva: http://migre.me/w8Enl

Amazon: http://migre.me/w8Etx

Cultura: http://migre.me/w8Ewb

Submarino: http://migre.me/w8Exi

Fiquem ligados no blog da Convenção, porque assim que divulgarem a capa e a sinopse do novo romance de época de Marina Carvalho, a gente corre e conta pra vocês!

Beijos e até mais!

Elimar Souza

 

 

0 comment

A Dama da meia-noite: Tessa Dare – Splindle Cove #3

Sinopse:

Pode um amor avassalador apagar as marcas de um passado sombrio?

Após anos lutando por sua vida, a doce professora de piano, Srta. Kate Taylor, encontrou um lar e amizades eternas em Spindle Cove. Mas seu coração nunca parou de buscar desesperadamente a verdade sobre o seu passado. Em seu rosto, uma mancha cor-de-vinho é a única marca que ela possui de seu nascimento. Não há documentos, pistas, e nem ao menos lembranças

Depois de uma visita desanimadora para sua ex-professora, que se recusa a dizer qualquer coisa para Kate, ela conta apenas com a bondade de um morador de Spindle Cove, o misterioso, frio e brutalmente lindo, Cabo Thorne, para voltar para casa em segurança. Embora Kate inicialmente sinta-se intimidada por sua escolta, uma atração mútua faísca entre os dois durante a viagem. Ao chegar de volta à pensão onde mora, Kate fica surpresa ao encontrar um grupo de aristocratas que afirma ser sua família.
Extremamente desconfiado, Thorne propõe um noivado fictício à Kate, permitindo-lhe ficar ao seu lado para protegê-la e descobrir as reais intenções daquela família. Mas o noivado falso traz à tona sentimentos genuínos, assim como respostas às perguntas de Kate.

Acostumado com combates e campos de batalhas, Thorne se vê na pior guerra que poderia imaginar. Ele guarda um segredo sobre Kate e fará de tudo para protegê-la de qualquer mal que se atreva atravessar seu caminho, seja uma suposta família oportunista ou até ele mesmo.

Adicione “A Dama da Meia-noite” a sua estante do Skoob: http://migre.me/w0s3l

Compre o seu exemplar “A Dama da Meia-Noite” pelo melhor preço:

Saraiva:

Amazon:

Cultura:

Submarino:

Americanas:

0 comment

A Bela e o Ferreiro: Tessa Dare – Splinde Cove #3.5

Sinopse:

Diana Highwood estava destinada a ter um casamento perfeito, digno de flores, seda, ouro e, no mínimo, com um duque ou um marquês. Isso era o que sua mãe, a Sra. Highwood, declarava, planejando toda a vida da filha com base na certeza de que ela conquistaria o coração de um nobre.

Entretanto, o amor encontra Diana no local mais inesperado. Não nos bailes de debute em Londres, ou em carruagens, castelos e vales verdejantes O homem por quem ela se apaixona é forte como ferro, belo como ouro e quente como brasa. E está em uma ferraria

Envolvida em uma paixão proibida, a doce e frágil Diana está disposta a abandonar todas as suas chances de um casamento aristocrático para viver esse grande amor com Aaron Dawes e, finalmente, ter uma vida livre! Livre para fazer suas próprias escolhas e parar de viver sob a sombra dos desejos de sua mãe. Há, enfim, uma fagulha de esperança para uma vida plena e feliz.

Mas serão um pobre ferreiro e sua forja o felizes para sempre de uma mulher que poderia ter qualquer coisa? Será que ambos estarão dispostos a arriscar tudo pelo amor e o desejo?

Adicione “A Bela e o Ferreiro” a sua estante do Skoob: http://migre.me/w1JKq

Compre o seu “A Bela e o Ferreiro” pelo melhor preço:

Saraiva: http://migre.me/w1K3b

Amazon: http://migre.me/w1K5v

Cultura: http://migre.me/w1K8i

Submarino: http://migre.me/w1K9k

Americanas: http://migre.me/w1Kcq

0 comment

Uma noite para se entregar: Tessa Dare – Série Splindle Cove #1

Sinopse:

Spindle Cove é o destino de certos tipos de jovens-mulheres: bem-nascidas, delicadas, tímidas, que não se adaptaram ao casamento ou que se desencantaram com ele, ou então as que se encantaram demais com o homem errado. Susanna Finch, a linda e extremamente inteligente filha única do Conselheiro Real, Sir Lewis Finch, é a anfitriã da vila. Ela lidera as jovens que lá vivem, defendendo-as com unhas e dentes, pois tem o compromisso de transformá-las em grandes mulheres descobrindo e desenvolvendo seus talentos.
O lugar é bastante pacato, até o dia em que chega o tenente-coronel do Exército Britânico, Victor Bramwell. O forte homem viu sua vida despedaçar-se quando uma bala de chumbo atravessou seu joelho enquanto defendia a Inglaterra na guerra contra Napoleão. Como sabe que Sir Lewis Finch é o único que pode devolver seu comando, vai pedir sua ajuda. Porém, em vez disso, ganha um título não solicitado de lorde, um castelo que não queria, e a missão de reunir doze homens da região, equipá-los, armá-los e treiná-los para estabelecer uma milícia respeitável.
Susanna não quer aquele homem invadindo sua tranquila vida, mas Bramwell não está disposto a desistir de conseguir o que deseja. Então os dois se preparam para se enfrentar e iniciar uma intensa batalha! O que ambos não imaginam é que a mesma força que os repele pode se transformar em uma atração incontrolável.

Adicione “Uma noite Para se Entregar” a sua estante do Skoob: http://migre.me/w0mPn

Compre “Uma noite para se entregar” pelo melhor preço:

Saraiva:

Amazon:

Cultura:

Submarino:

Americanas:

0 comment

Uma semana para se perder: Tessa Dare – Splinde Cove #2

Sinopse:

O que pode acontecer quando um canalha decide acompanhar uma mulher inteligente em uma viagem? A bela e inteligente geóloga Minerva Highwood, uma das solteiras convictas de Spindle Cove, precisa ir à Escócia para apresentar uma grande descoberta em um importante simpósio. Mas para que isso aconteça, ela precisará encontrar alguém que a leve. Colin Sandhurst Payne, o Lorde Payne, um libertino de primeira, quer estar em qualquer lugar menos em Spindle Cove. Minerva decide, então, que ele é a pessoa ideal para embarcar com ela em sua aventura. Mas como uma mulher solteira poderia viajar acompanhada por um homem sem reputação? Esses parceiros improváveis têm uma semana para convencer suas famílias de que estão apaixonados, forjar uma fuga, correr de bandidos armados, sobreviver aos seus piores pesadelos e viajar 400 milhas sem se matar. Tudo isso dividindo uma pequena carruagem de dia e compartilhando uma cama menor ainda à noite. Mas durante essa conturbada convivência, Colin revela um caráter muito mais profundo que seu exterior jovial, e Minerva prova que a concha em que vive esconde uma bela e brilhante alma. Talvez uma semana seja tempo suficiente para encontrarem um mundo de problemas. Ou, quem sabe, um amor eterno.

Adicione “Uma Semana Para se Perder” a sua estante no Skoob: http://migre.me/w0qrf

Compre o seu “Uma Semana Para se Perder” pelo melhor preço:

Saraiva:

Amazon:

Cultura:

Submarino:

Americanas:

0 comment

Autora do mês: Tessa Dare

Olá amigos e amigas fãs de romances de época. Já estamos no mês de fevereiro, e nesse mês vamos homenagear uma autora que era desconhecida entre as fãs brasileiras, mas graças a Editora Gutemberg, agora estamos todas curvadas ao seu talento, querendo mais e mais livros dela. Estamos falando da maravilhosa TESSA DARE, escritora publicada no Brasil pela Editora Gutenberg. Os romances de Tessa Dare foram um grande presente para as leitoras de romances de época brasileiras. Divertida e romântica, Tessa Dare é autora bestseller do New York Times e do USA Today. Ela conseguiu esse feito com 14 romances históricos e cinco novelas* e vencedora do RITA duas vezes. Não é atoa que ela ganhou o título de “nova estrela dos romances históricos”.

A série escolhida para apresentar essa escritora incrível para nós brasileiros foi Spindle Cove, que contém todos os elementos que nós amamos: romance, sensualidade e humor. Uma fórmula certeira para conquistar os nossos corações.

   

A série ainda não está completa, mas a editora está providenciando os próximos livros! Já estamos com a ansiedade a mil aqui. Com o sucesso que foram as vendas dessa série, a Editora Gutenberg iniciou a publicação de outra série da Tessa, Castles Ever After.

 

A Série Castles Ever After (minha favorita, devo dizer) mostra o amadurecimento da autora como escritora de romances de época. A fluidez desses romances é tamanha que a gente termina o livro rapidamente e ficamos com um gostinho de quero mais imediatamente. O segundo livro da série, “A Noiva do Capitão” já está sendo vendido em pré-venda nos principais sites do Brasil, entáo, corre logo porque vale a pena.

E vocês? O que acham da Tessa?

Beijos!

Elimar Souza

0 comment

“Por que amo Romances de Época”, por Layane Almeida

Bom dia gente! Hoje estreando mais um post aqui no blog da Convenção de Romances de Época! Agora, com a participação de blogueiras que amamos e que amam romances de época! Para estrear a coluna, nós convidamos a fofa da Layane Almeida, do blog De Tudo um pouquinho.

 

Olá pessoal, tudo bem?

Eu sou a Layane do blog De Tudo um Pouquinho (www.detudoumpouquinho.com) e, a convite da Elimar, hoje vim aqui falar da minha relação com os romances de época.

Eu leio diversos gêneros literários, mas certamente desde que conheci os romances de época, eles figuram entre os meus livros favoritos, mas ao contrário do que muitos possam imaginar, eu comecei a ler romances de época há pouco tempo.

O primeiro livro do gênero que li foi O Duque e Eu, da maravilhosa Julia Quinn, publicado aqui no Brasil pela Editora Arqueiro. Desde que fui apresentada à escrita da Julia, seus personagens e o enredo que envolve um romance de época, fiquei simplesmente apaixonada. Mocinhas que “deveriam ser recadas” em virtude da época e sociedade em que vivem, duques, condes, viscondes, cavalheiros canalhas, decididos a não se comprometerem e viverem uma vida de libertinos que se apaixonam perdidamente por essas mocinhas, ou solteironas, kkkk.

Quanto mais a mocinha é determinada e diferente do que a sociedade exige dela, normalmente são essas personagens que mais me agradam, gosto disso e se além de tudo ela ainda for considerada uma solteirona, melhor ainda, significa que já não se importa tanto com o que esperam dela, pensa mais em ser feliz, independente do que pensem dela. Quanto aos cavalheiros, quanto mais canalha melhor, porque fico realmente torcendo para ver as protagonistas dobrarem eles direitinho, kkk, são os melhores para mim!

Depois de O Duque e Eu, sempre que vejo um romance de época corro logo para garantir um para ler e foi assim que conheci outras autoras e assim, já li as seguintes autoras:Madeline Hunter, Lisa Kleypas, Patricia Cabot, Mary Balogh, Loretta Chase, Sara MacLean, Tessa Dare e Georgette Heyer .

Recentemente também tive o privilégio de ler livros de autoras nacionais desse gênero e amei demais, para quem tem qualquer tipo de receio em ler livros nacionais (sim, ainda vivemos isso) eu digo, elas não deixam nem um pouco a desejar em comparação às autoras estrangeiras.

A Lucy Vargas lançou O Refúgio do Marquês, da série Os Preston, pela Editora Charme (e já estou com o segundo livro aqui em casa para ler \o/);

Roxane Norris publicou O Misterioso Conde de Rothesay, da série As Irmãs Reims pela Qualis (e já estou ansiosa pelos outros livros);

E  Marina Carvalho, já conhecida pela sua série Simplesmente Ana, chegou com tudo nesse gênero com O Amor nos Tempos do Ouro, nos apresentando uma história ambientada no Brasil, fugindo do que estamos acostumados a ler no gênero, que quase sempre se passam na Inglaterra do século XVIII.

Nesse perfil de apresentar outra época, a Universo dos Livros trouxe a série Montgomery & Armstrong  da Maya Banks e Um Amor Para Lady Johanna da Julie Garwood.

Eu, como boa apaixonada pelo gênero, estou cada vez mais feliz com esse boom dos romances de época, tantas editoras publicando, buscando autoras e séries para trazer para o Brasil e assim, agora temos Arqueiro, Record, Gutenberg, Universo dos Livros, Qualis, Charme, Globo Livros, HaperCollins nos deliciando com esses livros.

Agora é esperar para conferir os próximos lançamentos do gênero de todas essas editoras e ter um ano recheado de muito romance de época.

1 Comment

[Indicação de Autora] Jennifer Ashley

Olá amante de Romances de época? Como estamos nesse mês incrível? Como vocês já devem ter percebido, estamos agitando o blog da Convenção. Estamos arrumando a casa, deixando-a bem confortável para todos que amam romances de época. No post de hoje vamos fazer uma indicação de autora para as editoras. Pois é… Hoje as pessoas que resolverem começar a ler romance de época, já possuem um catálogo bem recheado, com autoras premiadas e com várias séries já publicadas. Julia Quinn, Lisa Kleypas, Madeline Hunter, Eloisa James, Loretta Chase. Sarah MackLean, Tessa Dare, Patricia Cabot… Pois é! Hoje a galera pode escolher a autora! E pode ficar completamente despreocupado porque, ou a série já está completa, ou falta bem pouco para isso. E temos a garantia por parte das editoras que as séries vão sair completas, já que as leitoras do gênero são fiéis e não deixam de comprar. Mas como somos gulosas, queremos mais e mais romances de época, e esse é o motivo para esse post, que se conseguirmos, será mensal.

A primeira indicação é de uma escritora com um talento tão incrível, que fica difícil entender porque nenhuma editora no Brasil prestou atenção nela até agora. Com uma escrita ágil e com muita fluidez, Jennifer Ashley possui todos os elementos para se tornar uma das queridinhas das leitoras brasileiras. Divertidos e um toque de sensualidade, seus romances nos prendem de tal maneira que fica impossível parar. E não pensem que a trama gira em torno somente do casal principal não. Tem segredos e muita confusão, o que deixa o romance ainda mais encantador aos nossos olhos. Escolhemos a série The Mackenzies & The MacBrides para apresentar a vocês, exatamente por acreditar que essa série será um sucesso entre o público brasileiro. Sensual, divertida e com personagens cativantes, esses romances vão ser um sucesso de vendas e público. Basta alguma editora acreditar! Enquanto isso não acontece, a gente fica aqui na torcida!

The Mackenzies / McBrides Series

   

   

   

 

E aí? Quais autoras vocês gostariam que fossem publicados no Brasil?

Beijos!

Elimar Souza

1 Comment

Os Mistérios de Sir Richard: Julia Quinn – Quarteto Smythe-Smith #4

Sinopse:

Sir Richard Kenworthy tem menos de um mês para encontrar uma esposa.
Ele sabe que não pode ser muito exigente, mas quando vê Iris Smythe-Smith se escondendo atrás de seu violoncelo no musical anual das Smythe-Smith, Richard acha que conheceu alguém muito valiosa.
Ela é o tipo de mulher que passa despercebida até a realização de um segundo ou terceiro olhar de outra forma. Mas há algo nela abaixo da superfície, algo quente e ele sabe que ela é única. Iris Smythe-Smith…Ela está acostumada a ser subestimada, com seu cabelo claro e tranquila, mas há uma personalidade astuta que ela tende a esconder, e ela gosta dessa forma. Então, quando Richard Kenworthy se aproxima com galanteios e flertes, parece suspeito.
Dando a impressão de um homem que se rende ao amor, mas ela. não pode acreditar que tudo é verdade. Quando sua proposta de casamento se torna uma situação comprometedora obrigatória, você não pode deixar de pensar que há algo escondido por trás disso. . . mesmo que o seu coração diz sim.

Adicione “Os Mistérios de Sir Richard” a sua estante do Skoob: http://migre.me/vR2nC

0 comment

1 2 3